You are currently browsing the category archive for the ‘musica’ category.

 

O Bon Iver anuncia a Tour para 2011.

HMV Apollo Hammersmith dias 23 e 24 de Outubro, acompanhado pela artista Kathleen Edwards. Não esgotes até ter comprar o bilhete, vá lá.

You talk to loners, you ask how’s your week. You give love to all and give love to me. You’re obsessed with hiding the sticks and stones. When I feel the unknown You feel like home, you feel like home.

 

Limitless 2011 – Dirigiro por Neil Burger.

 

A falta de inspiração do escritor Eddie Morra (Bradley Cooper) , leva-o a descobrir e a tomar uma droga desconhecida, que o faz ficar com capacidades e inteligência superior a um regular humano.
Acontece que a tal “droga milagrosa”, os caminhos da ambição e a descoberta de novas coisas que nunca imaginou conseguir fazer, leva-o a meter-se com as pessoas erradas.

Robert De Niro como Carl Van Loon, seu chefe numa grande empresa é passado para trás pelo jovem magnífico e isso não lhe agrada, assim como outras poderosas pessoas com o conhecimento da existência da tal droga de edição limita fazem tudo para lhe por as mãos.

Morra está no caminho e no posse do que todos querem, o poder. Filme mediano.

 

 

The Adjustment Bureau 2011 – Escrito e dirigido por George Nolfi.

 

Este ainda está fresco na memória, porque foi visto ontem à tarde.

Um romance (bem mais romance do que aquilo que se esperava do filme), entre o político David Norris (Matt Damon ) e Elise Sellas (Emily Blunt ). Estes não têm muito em comum para além de não estar destinado estarem juntos.

David descobre por acidente uns “senhores de chapéu”, uma espécie de anjos do destino, que influenciam e fazem cumprir os destinos de cada um. Inclusivé o dele. O seu amor por Elise não é compatível com a carreira que se espera para ele como político e tudo é feito para os manterem afastados. Mas será que esse foi sempre o destino dos dois? O de estarem separados?

 

 

X-Men: First Class 2011 – Ditigido por Matthew Vaughn

 

Este último filme sobre as origens do X-man, leva-nos a perceber como as coisas aconteceram antes do primeiro filme (um bocado óbvio também). Mas importante, principalmente para os menos atentos saberem de onde veio, por exemplo, a Mystique que é bem importante em todo o enredo.

Apesar da maioria das personagens principais dos anteriores filmes (ou não anteriores neste caso) não aparecerem, o filme mostra principalmente o lado sentimental de toda a história do X-man, e como cada passado influenciou o destino de cada um como mutante. A história inicial do Magneto (interpretado por Michael Fassbender neste filme) e de Xavier (James McAvoy) é obviamente um ponto que tinha que ser explorado.

Gostei muito, efeitos, história, tudo no sítio.

  

Wu tang Clan – @London, HMV FORUM


Depois de voltar de fim de semana de Portugal, festa de anos, e apresentações do livro “Um delicado sentido de equílibrio“, domingo foi dia de Show por cá.
Dia de chuva, e nós a deixar Portugal com os seus 20 e tal graus, fuck, às vezes custa.

Desta vez não fomos nem perto da hora de abertura das portas, chegámos bem depois (já que em Raekwon tinha sido aquela seca até começar o que importava). Timing perfeito, bem antes de começar a tocar os Wu tang Clan.

A banda não vinha toda a Inglaterra, soubémos nós no próprio dia do concerto (faltou o RZA, Raekwon and Inspectah Deck, penso). Mas mesmo assim valeu a pena, mais para Ele do que para mim claro, que sou fã há muito menos tempo e em menos “quantidade”.
Desta vez não andavam os seguranças feitos maluquinhos a caçar o pessoal a fumar ganzas nem nada. Pessoal em altas, boa energia e boa presença de todos (mas o Ghostface é o maior! e o meu favorito).
Penso que como nós toda a gente saiu de lá satisfeito apesar de não ter visto aquilo para que pagou, a banda toda junta.

 

 

Hum, passei no meu antigo blog (este portanto), e pus-me a pensar no real significado dos 31.765.

Se cá passaram esse número de visitas, o que é que motivava a maioria delas? Eu confesso, que sou um pouco “mete nojo” às vezes, tal como toda a gente (e principalmente o Tuga), às vezes gosto de meter o bodelho mesmo em coisas que não gosto. Alguns blogs fazem-me rir. E com isto não quero dizer que o meu antigo Blog não fosse o mesmo para as 30 e tal mil visitas. Tudo relativo.

Há uns tempos, todos os dias fazia uma visita diária pelos meus blogs favoritos e aprendi muito com isso, é o que sei. Gostava que alguns voltassem ao activo, principalmente nestas horas mortas que tenho tido no trabalho.

Enfim, isto para dizer que me apetece voltar a este espaço. De vez em quando.

Its getting colder outside, lets step out of the rain
black clouds still circle the sky, the gods have felt our pain

 

Mesmo quando se está excitado e contente com algo, aprender a estar sózinho é complicado. Quando não se tem ninguém por perto geralmente o que resulta melhor é distrair-se e abstrair-se de si próprio. E está frio, muito frio por aqui também.
Fiz isto a contar com outra noite em que adormeço a ver neve lá fora pela janela do quarto. De manhã ponho o nariz fora da porta, e está tudo branco. “Amanhã posso dormir o quanto quiser”. Estou atrasada. Comboios parados, cada um com o seu sotaque e a sua dose de insatisfação, e existo eu, que na verdade não mudo muito de expressão nem refilo com o homem dos bilhetes que deve comer demasiados Donuts, a julgar pelo tamanho. Não sei porquê, mas acho sempre que as pessoas com esta profissão e de segurança também comem donuts e bebem café numa garrafa térmica. Coitado, deve ter frio e já me deixou passar uma vez sem pagar porque me enganei. Não refilem com ele amanhã. Afinal de contas não é ele que caga a neve.
Sinto a vossa falta. Principalmente de ti, sol.

Já existem outras duas “mixtapes” aqui no blog. Não é nada de mais, só uma mistura de algumas músicas para uma pasta. Uma grande misturanga às vezes, mas é o que me apetece pôr. Coisas calmas geralmente.

Isto tem andado meio parado por aqui, mas não há mesmo tempo.

 

Download

 

Vodpod videos no longer available.

 

artwork by JR

Este vídeo foi feito através da junção de vários desenhos de fãs desde Março deste ano, para fazer este vídeo da música “Ain’t No Grave”

Vídeo

Infinite Arms 2010 – Download


Cease To Begin 2007 – download


Everything All The Time 2006 – Download

“(…)Paper clips and crayons in my bed
Everybody thinks that I’m sad
I’ll take a ride in melodies and bees and birds
Will hear my words
Will be both us and you and them together

‘Cause I can forget about myself
Trying to be everybody else
I feel allright that we can go away
And please my day
I let you stay with me if you surrender”

DownloadMarcelo Camelo – Sou

Há uns dias surgiu este assunto “straight edge” numa mesa. Como em todos os assuntos mais “underground” ouvem-se sempre algumas barbaridades de quem não está muito em contacto com essa realidade. Acho que ao invés de me cansar, iria sugerir a qualquer pessoa que não tenha contacto com “esta realidade” que visse estes vídeos e que lesse este post do Leo como forma de poderem entender pelo menos o que motivou e continua a motivar quem tem outras opções para a sua vida. Ninguém tem que concordar com nada, eu própria não tenho “paciência” para certas coisas, mas para quem não está bem dentro do assunto pode ver uma opção de vida e a explicação do porquê dessa opção; daí o interesse do post e dos vídeos que quero partilhar.

E não, não sou straight edge (para quem não me conhece e segue o blog), mas respeito muito a opção e a influência que o movimento teve no hardcore, que me influência ou influenciou a mim de outras formas na minha vida.

check. (post e videos)

Ps.  quase 20 000 views desde o inicio do blog.

O verão “começou” para mim à coisa de 1 mês. Não a estação do ano, mas sim o estado de espírito. Sinto que tenho 16 anos e uma energia inesgotável.

Conhece-se novas pessoas, as antigas ainda cá estão e o pensamento é “tudo vai ficar bem para sempre simplesmente porque é verão”. Isto para justificar um pouco a falta actividade por aqui, se é que alguém liga realmente a isto ahaha.